Cores

Colorchecker

Gestante

Book de Gestante

Fotografia Gourmet

 

Monthly Archives: março 2012

Teaser- Estúdio na Prática 3

Querem dar uma espiadinha nos bastidores de meu próximo livro?
Estúdio na prática 3:


Curso – Estúdio Prático de Book/ Moda

Curso com teoria e prática, voltado para aqueles que desejam trabalhar dentro de um estúdio, com muita eficiência e técnica!
Dicas de direção de modelo e comportamento, dicas para quem está montando um estúdio, uso de flashmeter, montagem de sets, prática com clicks e making of,  acessórios de estúdio e muitas coisas!
Curiosos?
Confiram:

Calendário Norton – Saint-Gobain 2012

Trabalho com a empresa Norton do Grupo Saint – Gobain já há algum tempo e todos os anos faço um calendário para a linha automotiva.  A modelo propaganda é a lindíssima e super sensual Fernanda Avancini.
A foto do calendário deste ano foi feita no Motel Lumini, em São Paulo.  Fiz vários ensaios, usando vários tipos de iluminação e produções, mas a escolhida foi essa:

Nikon D700 Lente 24-120mm ISO200 1/80s, f/7.1

Nesta foto usei um softbox 1,2x 1,4 lateral inclinada 45°  nas costas da modelo e uma tocha direta vinda do lado oposto.

E confiram aqui o making of:

 

 

Próximo curso – Fotografia de Casamento

Devido a alta demanda, estou organizando um curso voltado aos alunos interessados em fotografia de casamento.  Este curso está sendo desenvolvido em parceria com  Davi Martins, um jovem fotógrafo com grande bagagem e conhecimento.
Juntos iremos abordar todo o passo- a- passo de um verdadeiro fotógrafo de casamento.
Os principais tópicos que serão abordados:

  • O perfil do fotógrafo
  • Uso do flash
  • Fotometria
  • Balanço de Brancos
  • Por que Raw?
  • Equipamentos
  • Portfólio
  • Marketing Pessoal
  • Como lidar com o casal
  • Reunião com o casal
  • Como fazer um orçamento?
  • O papel do segundo fotógrafo
  • Roteiro do casamento
  • Conhecer a religião do casal
  • Estudar fotografia

Foto: Davi Martins

Foto: Davi Martins

Foto: Davi Martins

Foto: Davi Martins

Aguardem o cronograma!

10 Truques de Iluminação

Para se obter bons resultados na hora do click, não basta montar as luzes e apertar o botão.  É necessário muita técnica, truque, segredos e o principal: horas e horas de estudo e pesquisa.

Dentro do estúdio, apesar de você controlar a luz, o tipo e a quantidade, a coisa começa a complicar sem o uso do flashmeter. Se usa a mesma luz sempre do mesmo jeito, claro que sabe qual fotometria usar, mas e se tiver que acrescentar uma luz de recorte? E se for fotografar um produto, que tenha uma superfície brilhante e metálica? Ao fotografar uma modelo, faz a foto com sombra ou sem sombra? Bater o branco? Modelo com vestido branco em fundo branco, o que fazer? E modelo com roupa preta em fundo preto, como fazer para não fechar tudo? Como se fotografa alimentos e mostrar aquela textura e aparência de dar água na boca?

Criei 10 situações dentro do estúdio que todo fotógrafo acaba passando e virou matéria para a Revista Fotografe Melhor.

Nessa primeira situação, quis enfatizar a importância do uso do flashmeter. Claro que você consegue fazer a foto sem o uso do aparelho, mas na base do chute.
Quando se usa mais de uma fonte de luz,  com luz de recorte, luz de cabelo,  luz lateral, o flashmeter dá precisão necessária para que o click seja perfeito!

Nikon D700 lente 24-120mm Foto da esquerda: ISO200, 1/100s, f/9.0 Foto da direita: ISO200, 1/100s , f/16

 

Outro tópico importante é o Balanço de Branco. Mesmo com todos os benefícios do formato RAW, ” bater o branco”  é essencial principalmente em fotos de publicidade e moda.

 

 

Fundo 100% branco e modelo com roupa branca: um grande desafio para fotógrafos inexperientes dentro de um estúdio. Costumo fazer fundo branco com luz rebatida, para não pontuar o fundo. Lembrando que para se obter o fundo branco ele deve ter dois pontos de luz a mais em relação a iluminação na frente, exemplo: se a iluminação na modelo está em f/8, o fundo deve estar com f/16 para se conseguir o branco.
Neste caso usei um octobox frontal e a diferença entre as duas fotos está no volume criado com o uso de bloqueadores laterais na foto da direita.

 

Fundo preto e modelo com roupa preta:  outro grande desafio. Muitas vezes a foto acaba ficando toda escura, com a roupa se fundindo com o fundo.
Neste caso o grande segredo está em não usar apenas luz frontal, mas luzes laterais e se possível uma de recorte e/ ou luz de cabelo, quando a cor do cabelo da modelo é escura também.

Nikon D700 lente 24-120mm Na foto da esquerda: ISO200, 1/100s, f9 Na foto da direita: ISO200, 1/100s, f/11

 

Luz de beleza, a famosa luz de beauty nada mais é que um difusor 45º frontal, com ou sem rebatedor debaixo.

 

Fundo com sombra e sem sombra: basta descolar a modelo de perto do fundo e pronto!
Neste caso usei uma sombrinha perolada, frontal.

 

Com uma única fonte de luz também é possível fazer belas fotos. Neste caso, um softbox à direita da câmera inclinado 45º.
Consegue-se um resultado diferente  usando um rebatedor, notem a diferença:

Nikon D700 lente 24-120mm ISO200, 1/100s, f11

 

E como conseguir fotos que dão água na boca? O segredo está na valorização da textura do alimento, no volume. E como se consegue obter a textura de um alimento numa foto? Fonte de luz vinda de trás do prato.  Neste caso usei um softbox atrás da cena, uma fonte com uma colméia na lateral direita vinda detrás e um pequeno rebatedor na lateral.
Na foto da esquerda, o prato está ” chapado” , com dois softboxes lateralmente.

Nikon D700 lente 24-120mm ISO200, 1/1000s, f/11

 

Duas soluções para fotografar uma garrafa de vinho:
Na primeira foto usei dois softboxes laterais, um de cada lado, com dois difusores na frente de cada soft e dois rebatedores na frente.
Na segunda foto utilizei dois softboxes laterais, um de cada lado do vinho e um octobox frontal para iluminar o rótulo.

Nikon D700 lente 24-120mm Na foto da esquerda: ISO200, 1/160s, f/11 Na foto da direita: ISO200, 1/160s,f/9

 

E como fotografar um produto eletrônico com display aceso?
Parece fácil, mas não é tão simples como se pensa.
Aqui usei um octobox frontal e câmera no tripé. Porém a primeira foto ficou com display escuro por ter usado uma velocidade alta. Na segunda foto abaixei a velocidade para 1/10s e obturador em segunda cortina.

Nikon D700 lente 24-120 Na foto da esquerda: ISO200, 1/160s, f/9 Na foto da direita: ISO200, 1/10s, f8

A matéria completa você pode encontrar na Revista Fotografe Melhor, edição 185 , de fevereiro de 2012.

Palestra CENA 5

Hoje, dia 26 de março ministrei uma palastra para a empresa CENA 5.
A palestra foi direcionada a 50 participantes e foi realizada no Centro de Convenções Rebouças em São Paulo, com duração de 8 horas.
Abordei diversos temas sobre fotografia, desde pixel, mega pixel, ISO, velocidade, diafragma e suas relações, tipos de luzes, flash, estúdio, gerenciamento de cores e direção de pessoas.
Admiro empresas que se preocupam e investem no aprimoramento do conhecimento de seus colaboradores.

Obrigado a todos os participantes.

Estúdio Avançado

 

Olá amigos

 

No sábado dia 24 de março ministrei em meu estúdio um curso de iluminação avançada para book/moda e retratos.
Foi o primeiro curso com 100% de prática, com montagem de aproximadamente 20 sets diferentes de luzes. Contamos com  duas modelos, uma produtora de moda e Make Up
O curso foi criado para atender inúmeras solicitações de ex-alunos que queriam conhecer a técnica e sua prática.
Realmente o curso foi muito produtivo e penso em fazer um curso desse nível avançado, a cada dois meses.
Vejam o que aconteceu….

 

 

Estúdio Brasil 2011

Quem foi ao  maior Congresso Latino Americano de Fotografia de Estúdio- Estúdio Brasil 2011 ?

No ano passado subi no palco do teatro Eldorado para palestrar durante 3 horas para 800 pessoas, com muita prática ao vivo , vários tipos de iluminação para modelo, produtos, alimentos e jóias um grande desafio em minha vida de palestrante e fotografo.

Confiram aqui alguns momentos.

 

Fotos por Studio Gaea.

E a retrospectiva :

Fatos Curiosos na Fotografia

Os relatos constam que a primeira descoberta importante para a fotografia veio com a tal Câmara Obscura, quando Aristóteles, sentado sob uma  árvore durante um eclipse solar, observou a imagem do sol se formando no chão e a medida que os raios passavam por entre as folhas, notou que quanto menor era essa passagem, mais nítida se tornava a imagem.
Citações sobre a Câmara Obscura foram encontradas também nos cadernos de anotação de Leonardo da Vinci.

” A luz que entra pelo furo diminuto na parede de uma câmara escura forma, na parede oposta, a imagem invertida do que está fora” – Leonardo da Vinci

Luis Jacques Mandé Daguerre em 1837  faz seu primeiro daguerrótipo, um processo fotográfico que cria uma imagem de grande nitidez, sem uma imagem negativa.

A primeira foto com dagueorrótipo

 

A primeira foto em que aparece uma pessoa.

Como o daguerreótipo exigia um longo tempo de exposição ( acima de 10 minutos) para capturar a imagem, o movimento das pessoas na rua não era registrado. Mas nessa situação, o homem polindo o sapato, o engraxate e os clientes sentados (próximos à esquina) ficaram registrados nesta primeira imagem da rua.

” A pintura está morta a partir de hoje.” –  Paul Delaroche, 1839

O primeiro daguerreótipo da lua foi registrado por John Draper, em 1840, com auxilio de um telescópio de 12 polegadas e exposição de 12 minutos.

Primeira foto da lua.

 

 

A primeira Kodak foi criada por George Eastman em 1888. Virou febre nacional nos Estados Unidos com seu celebre slogan: ” Aperte o botão, nós faremos o resto”

Primeira Kodak

Em 1901 George Eastman fundou a Eastman Kodak Company e populariza a fotografia com sua câmera brownie pelo valor de U$1,00. Simples de usar, a câmera brownie continha um recipiente removível para filme de 15 centavos.

Brownie Câmera 1901

 

Em 1914, Oskar Barnack inventa a primeira câmera portátil de 35mm de precisão.  A Primeira Guerra Mundial acabou atrasando seu desenvolvimento industrial e a Leica só chegou ao mercado em 1925.

Primeira Leica

 

Em 1935 o laboratório da Kodak lança o primeiro filme Kodachrome para slide colorido.  Inicia-se uma nova era na fotografia.

Kodachrome

 

A primeira Canon SLR surgiu em 1959, chamada de Canonflex.

Primeira Canon SLR, Canonflex- 1959

 

Um mês depois surge a primeira Nikon SLR , com seu modelo Nikon F.

Primeira NikonSLR, a Nikon F- 1959

 

Em 1975 a Kodak cria a primeira câmera inteiramente eletrônica, a primeira digital.

Primeira câmera digital- Kodak- 1975

 

 Fonte: Novo Guia de Fotografia National Geographic

 

Estúdio na Prática

O primeiro livro da série Estúdio na Prática foi desenvolvido com o intuito de compartilhar as informações sobre esquemas de iluminação com todos os fotógrafos do Brasil, onde até então, não havia nenhum livro brasileiro, apenas publicações estrangeiras.
Este livro conta com 70 esquemas diferentes de iluminação de book/ moda e produtos/ still/ publicidade. Já está na terceira edição, caminhando para quarta edição.
Também disponível no formato e-book disponibilizado pela Editora Europa.

O segundo volume possui novos esquemas, com making of esquematizado em ilustração tridimensional, facilitando ainda mais a compreensão. Assim como o primeiro livro, os esquemas de luz nele apresentados são voltados para iluminação de modelos, alimentos, embalagens e jóias.
O segundo livro foi lançando em 2011 e hoje já está na segunda edição!
E está disponível também em e-book.


E agora mais uma novidade!
Estou trabalhando arduamente para o terceiro volume! Mais informações, mais técnicas e mais dicas!
Querem dar uma espiadinha?

%d blogueiros gostam disto: